Características Psicológicas das cores

Vermelho: é a cor de maior visibilidade em comparação com as demais. Na decoração, sua melhor utilização é nos pisos, tapetes e passadeiras. Devido sua agressividade, somente é usado nas paredes em casos especiais, quando se desejar dar um toque de violência ao ambiente.

Amarelo: é ótima influência na psicologia. Sob certos aspectos é a cor da raiva, do atrevimento, dos impulsos. Tem relação com luz, claridade e bom humor. Colabora na capacidade de realização, criatividade. Tem ligação com o ouro, fruto maduro e o sol.

Azul: cor fria, que usada em grandes superfícies torna o ambiente frio. Proporciona impressão de amplitude. Cor tranqüilizante, significa pureza, inocência, é repousante, sem dar sonolência.

Verde: é a cor mais calma que existe. Tranqüila e confortante, equilibra as emoções. Indicados para salas de estar, dormitórios, sanatórios, ambientes de trabalho, escritórios, lojas, etc.

Laranja: é a mais dinâmica das cores, pois reúne a luminosidade do amarelo vigor do vermelho. Usada em restaurantes e lanchonetes. Proporciona aconchego ao ambiente, além de ampliar aparência.

Violeta: simboliza idéia de saudade, ciúme, angustia, melancolia, tornando-se incluso deprimente. Também pode ser interpretado como lucidez, ação refletida, paixão e inteligência, amor e sabedoria.

Púrpura: extremamente austera, significa lealdade, dignidade, nobreza e caráter. Muito aceita em ambientes ricos, cheios de poder.

Marrom: cor inexistente com luz colorida, amarelo sombrio. Significa penitencia, sofrimento, traição e humildade.

Preto: não é considerado cor, seu aparecimento indica a privação ou ausência de luz. Em grande quantidade é triste, mas em pequenas quantidades é elegante, solene e sóbrio.

Branco: do ponto de vista físico, o branco é a soma das cores, psicologicamente, a ausência delas. Funciona como luz, pelo seu grande poder de reflexão.

Dourado e Prata: são as cores metálicas. Harmonizam-se entre si e podem ser utilizados como acessórios de banheiros, luminárias e adornos, pois desta forma, fica neutralizado o efeito quente/ frio destes metais.